Agiliza
29 de maio de 2024
Número de empresas abertas em Sergipe no mês de abril é o maior deste ano

Houve um aumento de 34% em relação ao mesmo mês no ano passado.

O número de empresas abertas no estado no mês de abril foi o melhor registrado este ano pela Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese). Ao todo, foram abertas 611 empresas, um aumento de 34% em relação ao mesmo mês em 2023, quando foram registradas 435 empresas.

Nos quatro primeiros meses de 2024, a Jucese já registrou 2156 novas empresas: 513 em janeiro, 462 em fevereiro, e 520 em março. Os dados compõem o último relatório mensal da Jucese, entidade vinculada à Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), responsável por movimentações como abertura, alterações e encerramentos empresariais.

Das empresas abertas em abril, 503 são Microempresas (ME), 99 são Empresas de Pequeno Porte (EPP) e 59 demais categorias. Todas as categorias significam a criação de novos negócios no estado. O balanço da Jucese considera empresas de qualquer porte, com exceção dos MEIs (microempreendedores individuais), cujas inscrições são realizadas diretamente no Portal do Empreendedor do Governo Federal, sem passar pelas juntas comerciais estaduais.

 

Desempenho por atividade

Por segmento, todos os setores – indústria, comércio e serviços – registraram alta no primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período no ano passado. O setor de serviços foi o que obteve maior crescimento, com 45% no período comparado. Foram 392 constituições nos quatro primeiros meses deste ano, 122 a mais em relação a 2023.

O comércio registrou alta de 10,07% nas formalizações. Foram 245 empreendimentos formalizados no primeiro quadrimestre de 2024, contra 152 do mesmo período do ano passado. Já o setor industrial avançou 13,97% no comparativo entre os períodos. No acumulado do ano, foram abertos 24 empreendimentos industriais; enquanto, em 2023, foram 13 indústrias.

 

Ranking regional

Na distribuição regional, Aracaju continua liderando com 1.153 novas empresas abertas até abril, seguida de Itabaiana com 145, Lagarto com 93, Nossa Senhora do Socorro com 84, Tobias Barreto com 58, Estância com 49, Própria com 39 e Nossa Senhora da Glória com 38. A Assessoria de Estatística da Jucese estima que, considerando os dados históricos e a projeção de crescimento do mercado, sejam abertas mais de 7 mil empresas no decorrer do ano.

Esses números comprovam a assertividade do Governo, através de políticas públicas de fomento à economia com geração de renda em todos os setores, garantindo condições para formalização de empresas, com incentivos, capacitação e orientação técnica através de parcerias com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

 

Compartilhe